Presidente do COI não participará dos Jogos Paralímpicos do Rio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, não vai acompanhar os Jogos Paralímpicos, que começam no Rio de Janeiro nesta quarta-feira, informou o Comitê Paralímpico Internacional (CPI).

Bach já tinha dito que não participaria da cerimônia de abertura para permanecer na Alemanha para o funeral do amigo Walter Scheel, ex-ministro das Relações Exteriores da Alemanha Ocidental e vice-chanceler, que morreu no mês passado aos 97 anos.

Mas autoridades disseram que ele não conseguirá reprogramar outros compromissos e não vai viajar ao Brasil depois do funeral.

"O presidente Bach estava planejando participar da cerimônia de abertura e primeiro dia de competição, mas não pode comparecer devido a um funeral de Estado na Alemanha", disse Craig Spence, diretor de mídia e comunicações do CPI, em um comunicado.

"Compreendemos perfeitamente que ele não pode reprogramar outros compromissos de longa data para participar dos Jogos aqui. O COI é um parceiro estratégico do CPI e agradecemos a eles, e ao presidente Bach, por seu apoio contínuo."

O Rio ganhou em 2009 o direito de sediar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

(Reportagem de Andrew Downie)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos