Minério de ferro tem 3ª queda semanal na China

MANILA (Reuters) - Os preços do minério de ferro no mercado à vista tiveram a terceira queda semanal depois de operarem pouco acima de 57 dólares por tonelada, o menor nível desde o final de julho, em meio a expectativas de aumento da oferta.

Os esforços para estimular a economia na China, o maior consumidor do mundo de minério de ferro, provocaram um rali neste ano, causando um alta de cerca de um terço.

Mas espera-se que as medidas percam força ao final de 2016 ou início de 2017, com Pequim renovando seu foco em uma transição para uma economia de consumo e serviços, disse o analista Vivek Dhar, do Commonwealth Bank of Australia.

"Com a oferta de minério de ferro de baixo custo crescente e a produção de aço e demanda chinesa por minério de ferro vacilando no próximo ano, esperamos que os preços do minério de ferro diminuam no final do ano", disse Dhar, em uma nota.

O minério de ferro para entrega no porto de Tianjin da China teve ligeira alta de 0,10 dólar nesta sexta-feira, para 57,50 dólares por tonelada, após seguidos recuos nesta semana.

Na sexta-feira passada, o produto foi cotado em 59 dólares, de acordo com dados compilados pelo The Steel Index.

(Por Manolo Serapio Jr)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos