Ministro russo culpa EUA por demora em acordo sobre cessar-fogo na Síria

Por David Brunnstrom e Tom Miles

GENEBRA (Reuters) - O ministro do Exterior da Rússia, Sergei Lavrov, acusou os Estados Unidos de atrasarem um acordo de cessar-fogo na Síria durante negociações em Genebra com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, nesta sexta-feira, e disse que as discussões podem ter que ser retomadas na semana que vem.

"Estamos pensando em talvez encerrar, talvez se encontrar na próxima semana”, disse Lavrov a jornalistas que esperavam que um potencial acordo fosse anunciado numa entrevista à imprensa com os dois ministros.

Perguntado se a Rússia havia aprovado um texto de um acordo, Lavrov afirmou: “Nós estamos lá, eu não sei onde os nossos amigos estão, mas eu acredito que é importante para eles checarem com Washington.”

Uma autoridade norte-americana afirmou que Kerry discutia as propostas com colegas em Washington.

"Essas conversas estão em andamento, e quando nós tivermos mais para dizer nós vamos dizer”, declarou.

Mais cedo, a autoridade norte-americana havia dito que os dois lados haviam avançado nas propostas para um cessar-fogo nacional na Síria depois de um dia inteiro de negociações, mas que detalhes técnicos ainda precisavam ser resolvidos.

Uma autoridade russa afirmou que o processo estava “parado em Washington”.

"Estamos esperando uma resposta de Washington. Está parado em Washington por mais de cinco horas”, declarou a autoridade russa. Uma resposta positiva da Casa Branca não significaria necessariamente que o acordo estava firmado, acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos