Presidente do Eurogrupo diz que "tempos estão mudando" e empresas devem pagar seus impostos

BRATISLAVA (Reuters) - Empresas multinacionais devem evitar táticas para não pagar impostos e contribuir com o que é justo, disse o presidente do conselho dos ministro de Finanças da zona do euro neste sábado em um novo apoio à luta da União Europeia contra evasão fiscal.

Após as revelações dos "Panama Papers" de amplas práticas de sonegação de impostos, Bruxelas tem aumentado seus esforços em busca de equilíbrio ao apertar os controles e adotar regras mais rígidas.

O recente pedido da União Europeia para que a Apple pague 13 bilhões de euros em impostos é parte desta tendência, em um momento em que a UE prepara planos para uma base fiscal comum e uma lista negra unificada de paraísos fiscais.

"Minha mensagem para aquelas companhias é que vocês estão lutando a batalha errada. Vocês precisam dar um passo adiante. Os tempos estão mudando", disse o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, a repórteres ao chegar para um encontro de ministros de finanças da UE em Bratislava.

"Vocês precisam pagar seus impostos de uma maneira justa. Parte disso seria nos Estados Unidos, parte disso na Europa. Portanto, preparem-se para fazê-lo", acrescentou Dijsselbloem.

(Por Francesco Guarascio e Jason Hovet)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos