Drones vigiam peregrinos que sobem o monte Arafat para o ápice do haj

ARAFAT, Arábia Saudita (Reuters) - As autoridades sauditas posicionaram neste domingo drones para vigiar os quase 2 milhões de peregrinos que sobem o monte Arafat no ápice da peregrinação muçulmana do haj, como parte da intensificação de esforços para evitar uma nova tragédia como a do ano passado.

Em um dos desastres mais fatais ocorrido durante o rito em décadas, o esmagamento em 2015 matou quase 800 peregrinos, segundo Riad. Mas as contagens de corpos repatriados por outros países mostraram que mais de 2.000 pessoas podem ter morrido, sendo mais de 400 delas iranianas.

Cantando "aqui estou ao teu serviço, ó Senhor" os fiéis sobem as montanhas próximas a Meca, onde o Islã afirma que Deus testou a fé de Abraão, ordenando-lhe que sacrificasse seu filho Ismael e onde o profeta Maomé deu seu último sermão.

De acordo com a Arábia Saudita, 1,85 milhão de peregrinos, a maioria deles de outros países, chegaram para a peregrinação anual, um dever religioso para todo muçulmano com condições financeiras e físicas para realizar a viagem.

O governo informou que preparou um calendário rigoroso de entrada e saída de alojamentos para os peregrinos estrangeiros. As autoridades também posicionaram drones com o objetivo de reforçar a rede de vigilância eletrônica das multidões, que podem alertar as autoridades para intervir rapidamente, se necessário.

(Por Dahlia Nehme)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos