Hillary Clinton deixa cerimônia de 11 de setembro após mal estar com calor

NOVA YORK (Reuters) - A candidata presidencial democrata Hillary Clinton sentiu-se mal com o calor neste domingo em uma cerimônia em Nova York em memória aos ataques de 11 de setembro e deixou o evento mais cedo, segundo um porta-voz da campanha.

O porta-voz Nick Merrill disse que Hillary foi para o apartamento da filha Chelsea Clinton em Nova York e que está "se sentindo muito melhor."

Hillary partiu do evento depois de 90 minutos, enquanto a cerimônia ainda estava em andamento, afirmou Merrill. Ele não deu mais detalhes sobre a condição da candidata à presidência dos Estados Unidos.

Após Hillary ter deixado o evento, a imprensa norte-americana noticiou que ela tinha ficado doente.

O candidato republicano Donald Trump tem levantado repetidas perguntas sobre a saúde de Hillary e se ela teria a energia para servir como presidente.

Em dezembro de 2012, Hillary, de 68 anos, sofreu uma concussão e pouco depois teve um coágulo sanguíneo.

Em uma carta divulgada por seu médico em julho, Hillary foi descrita como tendo "excelente saúde" e "apta para servir" à Casa Branca.

(Por Amanda Becker)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos