Rebeldes sírios apoiam cessar-fogo, mas dizem a EUA que acordo preocupa

BEIRUTE (Reuters) - Grupos rebeldes sírios escreveram neste domingo para os Estados Unidos que iriam "cooperar positivamente" com o cessar-fogo, mas expressaram profunda preocupação sobre os detalhes do acordo, de acordo com o texto da carta, confirmado por duas autoridades rebeldes.

Segundo a carta, o acordo negligencia áreas sitiadas e os autores pedem ajuda para todos os lugares, sem exceção. O texto também expressa a preocupação dos autores com a falta de garantias, mecanismos de monitoramento e sanções em caso de violação.

A carta expressou preocupação com cláusulas do acordo indicando que os jatos do governo sírio não seriam impedidos de voar em até nove dias após o cessar-fogo entrar em vigor.

(Por Tom Perry e Angus McDowall)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos