Carro-bomba atinge prédios do governo e deixa quase 50 feridos na Turquia

DIARBAQUIR, Turquia (Reuters) - Supostos militantes curdos detonaram nesta segunda-feira um carro-bomba perto de escritórios do governo local na cidade turca de Van, ferindo diversas pessoas, um dia após duas dúzias de prefeitos de municípios liderados por curdos serem retirados do poder.

A explosão ocorreu a cerca de 200 metros do escritório do governador da província de Van, disseram fontes da segurança, se espalhando pelo distrito central da cidade e incendiando prédios e carros. Autoridades disseram que 48 pessoas ficaram feridas, mas ninguém morreu.

Cidadãos iranianos podem estar entre os feridos, relatou a rede CNN Turk. Van fica a cerca de 100 quilômetros da fronteira com o Irã.

O sudeste da Turquia sofreu diversos ataques a bomba desde que o grupo militante Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que busca maior autonomia ao povo curdo na região, abandonou um cessar-fogo em 2015.

Fontes da segurança disseram suspeitar que o PKK esteja por trás do ataque em Van e que uma operação foi iniciada para encontrar os possíveis militantes. Não houve reivindicação de imediato de responsabilidade.

(Reportagem de Yesim Dikmen, Ayla Jean Yackley e Tuvan Gumrukcu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos