Chances de Hillary nos mercados de aposta caem após preocupações com saúde

Por Angela Moon

NOVA YORK (Reuters) - Mercados de aposta online reduziram a probabilidade de Hillary Clinton vencer as eleições de 8 de novembro nos Estados Unidos depois que um vídeo mostrou a candidata democrata a presidente perdendo o equilíbrio e tendo dificuldades para andar, ao mesmo tempo que recebia ajuda para entrar numa van numa cerimônia pelo 11 de Setembro, levantando preocupações sobre a sua saúde.

A sua probabilidade de vitória caiu sete pontos percentuais para 64 por cento neste domingo, a maior queda num só dia desde que ela aceitou ser a candidata do partido em julho, de acordo com o Predictlt, mercado de prognósticos online. A movimentação no Predictlt no domingo foi também a maior em pelo menos três meses.

A queda acentuada ocorreu imediatamente depois de o vídeo, filmado por alguém que passava, ter aparecido nas redes sociais.

Numa retomada modesta nesta segunda-feira, as perspectivas dela aumentaram um ponto percentual no Perdictlt, mas a movimentação foi baixa, ao mesmo tempo que Hillary cancelava uma viagem programada para Califórnia para angariar fundos e participar de outros eventos de campanha.

A campanha dela disse que Hillary, 68 anos, havia sido diagnosticada com pneumonia na sexta-feira depois de ela ter reclamado de alergias e ter sido vista tossindo repetidas vezes nos últimos dias.

O problema de saúde é o mais recente golpe ao projeto de Hillary de chegar à Casa Branca, num momento em que o rival republicano, Donald Trump, eliminou a maior parte da vantagem dela em pesquisas nacionais e se mostra competitivo de novo em muitos dos Estados mais disputados, onde a eleição deve ser decidida.

As perspectivas de Trump no Predictlt aumentaram depois das notícias do incidente de saúde de Hilary em três pontos percentuais para 34 por cento no domingo, o seu maior índice no final de um dia desde 30 de julho.

Nesta segunda, a sua probabilidade mantinha-se igual apesar da sua promessa de logo divulgar informações detalhadas sobre a sua saúde.

Paddy Power, uma das maiores empresas de aposta da Europa, também mostrou as chances de vitória de Hillary caindo de 73 por cento para 65 por cento nas últimas 24 horas.

A probabilidade de Trump ganhar aumentou de 33 por cento para 40 por cento de um dia para o outro, disse Paddy Power.

De acordo com a mais recente pesquisa Reuters/Ipsos, divulgada no sábado, Hillary tinha 83 por cento de chances de ganhar as eleições por uma média de 47 votos no Colégio Eleitoral, o organismo que seleciona o presidente em última instância.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos