Bayer se aproxima de aquisição da Monsanto, dizem fontes

FRANKFURT/NOVA YORK (Reuters) - A companhia de produtos químicos e saúde Bayer está pronta para anunciar a aquisição da companhia de sementes norte-americana Monsanto na quarta-feira, por mais de 66 bilhões de dólares, marcando o maior acordo do ano, disseram pessoas familiarizadas com o assunto.

Ao aceitar a oferta da Bayer, a maior proposta de aquisição em dinheiro já registrada, a Monsanto deve dar uma chance para a empresa alemã chegar à liderança no setor de insumos agrícolas, que passa por rápida consolidação, combinando seu negócio de tecnologia agrícola com a força da Monsanto nas sementes. Também deixará preparado o cenário para que o acordo seja criteriosamente analisado por reguladores antitruste.

O avanço das negociações, que acontece após mais de quatro meses de conversas, ocorreu após a Bayer melhorar ainda mais a oferta já atraente de 127,50 dólares por ação em dinheiro, que revelou na semana passada, disseram as pessoas.

No entanto, o acordo irá avaliar a Monsanto a menos de 130 dólares por ação, acrescentaram as fontes.

Uma vez que o conselho da Monsanto aprove o acordo na terça-feira, o conselho de supervisão da Bayer se reunirá na quarta-feira para também autorizar a transação, com anúncio esperado para antes da abertura dos mercados em Nova York, disseram algumas pessoas.

Ainda é possível que a diretoria de qualquer uma das empresas decida sair do negócio no último minuto, afirmaram as fontes, que pediram para não serem identificadas porque as deliberações são confidenciais. Bayer e Monsanto não quiseram comentar.

(Por Arno Schuetze e Greg Roumeliotis; reportagem adicional por Oliver Hirt, Patricia Weiss e Ludwig Burger)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos