Preços de importados nos EUA apresentam em agosto 1º queda em seis meses

WASHINGTON (Reuters) - Os preços de importados dos Estados Unidos caíram pela primeira vez em seis meses em agosto, com queda nos custos do petróleo e dos alimentos, apontando para um ambiente de inflação fraca que poderia encorajar o Federal Reserve, banco central norte-americano, a manter os juros na próxima semana.

O Departamento de Trabalho informou nesta quarta-feira que os preços de importados caíram 0,2 por cento em agosto, primeira queda desde fevereiro, após um ganho não revisado de 0,1 por cento em julho.

Os preços de importados têm sido pressionados por um dólar forte e pelo petróleo barato. Isso, juntamente com o crescimento lento dos salários, deixaram a inflação persistentemente abaixo da meta de 2 por cento do Fed.

A leitura de inflação fraca de agosto se somou à desaceleração no crescimento do emprego, além de pesquisas fracas dos setores da indústria transformadora e dos serviços, reduzindo a probabilidade de um aumento dos juros na reunião de política em 20 e 21 de setembro do Fed.

A diretora do Fed, Lael Brainard, disse na segunda-feira que queria ver dados de gastos mais fortes de consumo e sinais de aumento da inflação antes de elevar a taxa de juros.

(Por Lucia Mutikani)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos