Câmara só votará reforma da Previdência em 2017, diz Maia à Folha

(Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que a reforma da Previdência que será enviada ao Congresso pelo governo de Michel Temer será votada apenas em 2017, uma vez que a prioridade dos deputados é aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita os gatos públicos, segundo o jornal Folha de S.Paulo desta sexta-feira.

Maia disse à Folha que, mesmo que o governo consiga enviar o projeto ao Congresso ainda neste mês, o máximo que será possível fazer até dezembro será concluir a análise inicial da proposta, com a aprovação em comissão especial antes de chegar ao plenário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos