Kuroda diz que BC japonês vai manter política monetária ultrafrouxa, segundo autoridade

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, disse nesta sexta-feira que a autoridade monetária vai manter as condições monetárias ultrafrouxas para sustentar a recuperação econômica do país, de acordo com um funcionário do Escritório do Gabinete.

"O Banco do Japão vai observar de perto como os movimentos recentes do mercado afetam a economia e os preços do Japão", disse Kuroda segundo a autoridade do Escritório do Gabinete em uma reunião de ministros e do presidente do Banco do Japão para aprovar o relatório econômico mensal do governo.

Kuroda acrescentou que os rendimentos de títulos do governo de 20 e 30 anos estavam subindo, refletindo várias expectativas do mercado sobre uma avaliação abrangente do banco central de suas políticas a ser feita na próxima semana, de acordo com a autoridade.

(Por Leika Kihara)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos