PGR denuncia senador Valdir Raupp ao STF na Lava Jato

SÃO PAULO (Reuters) - A Procuradoria-Geral da República denunciou nesta sexta-feira o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) no âmbito da operação Lava Jato, na qual o parlamentar é acusado de receber propina no esquema de corrupção na Petrobras.

A entrega da denúncia pela PGR foi registrada no processo referente ao inquérito a que Raupp responde no Supremo por seu suposto envolvimento na Lava Jato.

O senador teve seu nome citado por delatores que assinaram acordos de colaboração premiada com a Lava Jato. A propina teria sido paga em forma de doação eleitoral ao senador.

Em nota, Raupp disse que a denúncia "lamentavelmente tem equivocada interpretação dos fatos". Afirma ainda que a doação apontada na peça acusatória foi feita diretamente ao Diretório Estadual do PMDB em Rondônia.

"As doações recebidas na campanha eleitoral de 2010 foram, efetivamente declaradas, sendo as contas analisadas e aprovadas pela Justiça Eleitoral", disse.

"Todo cidadão tem direito a justa investigação. Por isso, (o senador) confia nos órgãos da Justiça e aguarda, serenamente, a instrução do processo, certo de que a fragilidade das provas e dos argumentos apresentados conduzirão à sua absolvição."

(Reportagem de Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos