Rússia critica bombardeio liderado pelos EUA na Síria

MOSCOU (Reuters) - O Ministério da Defesa russo disse no sábado que os aviões da coalizão liderada pelos Estados Unidos bombardearam tropas sírias que lutam contra militantes do Estado Islâmico perto do aeroporto em Deir Al-Zor, matando 62 soldados e ferindo mais de 100.

O ataque, se tiver sido motivado por um erro de alvo, é uma evidência da recusa teimosa de Washington de coordenar a sua ação militar na Síria com a Rússia, disse o ministério russo.

Uma batalha feroz entre o Exército sírio e militantes Estado Islâmico está em andamento, acrescentou.

(Por Andrew Osborn)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos