Chefe da Opep diz que pode convocar reunião extraordinária durante encontro na Argélia 

ALGIERS (Reuters) - Membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) podem convocar uma reunião extraordinária para discutir os preços do petróleo se chegarem a um consenso durante um encontro informal em Algiers neste mês, disse o secretário-geral da Opep, Mohammed Barkindo, em visita a Argélia, publicou a agência estatal do país APS neste domingo. 

Barkindo disse estar otimista sobre o encontro na Argélia entre 26 e 28 de setembro. Ele havia dito anteriormente que as discussões em Algiers seriam consultas e que nenhuma grande decisão seria tomada. 

"O encontro informal foi proposto como uma medida para promover uma reunião extraordinária com o intuito de tomar decisões para estabilizar o mercado", disse Barkindo. 

O chefe da Opep disse que a organização não busca definir um preço, mas garantir estabilidade para o mercado. 

A Rússia, o Irã e outros grandes produtores de petróleo devem participar da reunião em Algiers. 

Vários produtores da Opep pediram um congelamento da produção para conter o excesso que causou o colapso do preço nos últimos dois anos, atingindo receitas de grandes produtores. 

A Arábia Saudita e a Rússia, que não é um membro da organização, concordaram neste mês a cooperar no mercado de petróleo, dizendo que podem limitar a produção futura. 

(Por Hamid Ould Ahmed)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos