EUA propõem que reguladores tenham mais voz em projetos de carros autônomos

WASHINGTON (Reuters) - O governo Obama está propondo um envolvimento mais profundo do governo no design de sistemas de veículos autônomos e está pedindo que montadoras compartilhem mais informações sobre como estes sistemas funcionam e porque falham.

A proposta apresentada nesta terça-feira pela Administração de Segurança em Tráfego de Rodovias Nacionais dos Estados Unidos (NHTSA, na sigla em inglês) pede que montadoras enviem detalhes voluntariamente sobre seus sistemas de veículos autônomos para os reguladores - uma "avaliação de segurança" de quinze pontos.

O secretário de transportes dos EUA, Anthony Foxx, disse nesta terça-feira a jornalistas que a agência quer tornar obrigatório o procedimento por meio de regulamentação.

Atualmente, montadoras não precisam submeter tecnologias como mecanismos de controle de viagem -que permitem curtos intervalos sem que o motorista precise ficar ao volante - aos reguladores antes que os sistemas sejam vendidos.

Dar aos reguladores autoridade para aprovar a tecnologia antes que seja vendida "pode ter potencial para acelerar a introdução segura e aceitação pública de" veículos altamente autônomos, disse a proposta da NHTSA.

(Por David Shepardson)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos