Incêndio atinge campo de refugiados na Grécia em meio a incidentes de violência

Por Karolina Tagaris

ATENAS (Reuters) - Milhares de pessoas fugiram de um acampamento de imigrantes na ilha grega de Lesbos na noite de segunda-feira depois que um incêndio se espalhou por barracas e destruiu contêineres durante incidentes de violência entre moradores do local, informou a polícia.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) disse que o fogo estava relacionado com as condições ruins de moradia e a um sentimento de incerteza entre muitos refugiados que vivem no local. Um policial de Atenas disse que dois batalhões de choque da polícia foram enviados para a ilha.

"O fogo de ontem à noite... simboliza as falhas da resposta europeia à crise dos refugiados", disse Panos Navrozidis, diretor do Comitê Internacional de Resgate na Grécia.

Não ficou claro o que causou o incêndio, mas a mídia grega disse que houve confrontos no acampamento após um rumor de que centenas de pessoas seriam deportadas.

Um policial de Lesbos disse que cerca de 60 por cento do campo Moria foi destruído pelo incêndio.

Os campos de refugiados superlotados nas ilhas gregas têm vivido uma tensão crescente à medida que os pedidos de asilo lentamente processados aumentam à frustração decorrente das difíceis condições de vida nos acampamentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos