Netflix não fez progressos para entrar na China, diz CEO

(Reuters) - O Netflix não progrediu no plano de entrar no promissor mercado chinês, porque precisa obter uma licença do governo, disse o presidente-executivo Reed Hastings nesta terça-feira.

O serviço de transmissão de vídeos está buscando aumentar a base de assinantes para combater o crescimento lento em seu mercado doméstico, os Estados Unidos.

O produtor de séries de TV populares como Narcos e House of Cards recentemente entrou em países como Turquia e Polônia, mas segue ausente no país mais populoso do mundo.

Provedores de conteúdo na China enfrentam regulamentações rigorosas e desafios de censura.

Perguntado se o Netflix fez progressos para entrar na China, Hastings disse a repórteres: "Não. Continuamos a trabalhar nisso. O mesmo (problema) que sempre tivemos - permissões do governo, precisamos obter uma licença específica na China".

Hastings disse que não poderia estabelecer um prazo específico para entrar no mercado chinês.

(Por Marcin Goclowski)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos