Pai de suspeito de ataques em Nova York denunciou filho à polícia em 2014, diz NY Times

WASHINGTON (Reuters) - O pai do suspeito pelos ataques a bomba em Nova York durante o fim de semana disse à polícia há dois anos que seu filho, nascido no Afeganistão, era um terrorista, ação que então gerou uma inspeção federal, relatou o New York Times nesta terça-feira.

O Times, citando duas autoridades policiais sêniores, relatou que o pai disse à polícia em 2014 que seu filho Ahmad Khan Rahami era um terrorista após o Ahmad ser preso por briga doméstica e acusado de esfaquear o irmão.

O jornal também relatou que outra autoridade disse que quando Rahami foi capturado na segunda-feira, ele carregava um caderno com escritas simpáticas às causas jihadistas.

(Reportagem de Susan Heavey)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos