Petrobras diz que, com maior eficiência, redução de investimento não impacta metas

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras afirmou que a maior eficiência na aplicação dos recursos investidos e medidas de redução de custos possibilitarão a redução do volume de investimento sem grande impacto nas metas operacionais de produção.

Em seu plano de negócios para 2017-2021, a Petrobras reduziu em 25 por cento os investimentos em relação ao Plano de Negócios e Gestão 2015-2019, revisado em janeiro deste ano.

A companhia espera alcançar uma produção total de óleo e gás, no Brasil e no exterior, de 3,41 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) em 2021, sendo 2,77 milhões de barris por dia (bpd) de óleo e líquido de gás natural (LGN) no Brasil, já considerando o novo nível de investimento, as parcerias e os desinvestimentos.

No plano anterior, a estatal previa produção de 2,7 milhões de barris por dia, em média, em 2020.

Além da maior eficiência na aplicação dos recursos investidos, o plano também prevê a adoção de novas medidas para redução de custos (gastos operacionais gerenciáveis).

"Dentre essas ações destaca-se a implantação de novas ferramentas de gestão, como o Orçamento Base Zero (OBZ), a gestão diferenciada de contratos e de pessoal. A meta é reduzir em 18 por cento os gastos operacionais gerenciáveis, quando comparado ao valor estimado caso nenhuma iniciativa fosse implementada."

(Por Roberto Samora)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos