Reino Unido não irá virar as costas ao mundo após saída da União Europeia, diz premiê May

NOVA YORK (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse nesta terça-feira que o Reino Unido não irá virar as costas para o mundo após a votação para saída da União Europeia e continuará no coração dos assuntos internacionais.

"Quando o povo britânico votou para deixar a UE, eles não votaram para se voltar para dentro ou deixar quaisquer de nossos parceiros no mundo", afirmou May em seu primeiro discurso à Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.

Ela disse que o Reino Unido irá continuar sendo um "parceiro global, virado para o exterior, no coração dos esforços internacionais para assegurar paz e prosperidade para todo o povo".

May também declarou que o Reino Unido deve aumentar seu apoio de segurança à Somália na luta contra militantes do Al Shabaab. Uma autoridade britânica disse que 30 equipes de treinamento serão enviadas com até 70 militares por vez.

(Reportagem de Guy Faulconbridge)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos