Secretário-geral da ONU acusa governo sírio de matar maioria de civis em guerra civil

NAÇÕES UNIDAS, (Reuters) - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, acusou o governo sírio, neste terça-feira, de matar a maior parte dos civis mortos durante o conflito de cinco anos no país, e disse que "patronos poderosos que continuam alimentando a maquina de guerra também têm sangue em suas mãos".

Em seu último discurso à Assembleia-Geral da ONU no cargo, Ban disse que o governo sírio "continua a bombardear bairros e sistematicamente torturar milhares de detidos".

(Reportagem de Michelle Nichols)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos