Temer diz na ONU que impeachment foi constitucional e Brasil tem compromisso inegociável com democracia

(Reuters) - O presidente Michel Temer usou seu discurso na abertura da Assembleia-Geral da ONU, nesta terça-feira, para afirmar que o processo de impeachment de Dilma Rousseff ocorreu "dentro do mais absoluto respeito constitucional" e que país tem "compromisso inegociável com a democracia".

"O fato de termos dado esse exemplo ao mundo verifica que não há democracia sem Estado de direito, sem que se aplique a todos, inclusive aos mais poderosos. É o que o Brasil mostra ao mundo", disse Temer, que assumiu a Presidência efetivamente no final de agosto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos