Líder sul-africano Desmond Tutu deixa hospital após tratar infecção

CIDADE DO CABO (Reuters) - O arcebispo aposentado e ex-ativista antiapartheid sul-africano Desmond Tutu teve alta do hospital nesta quarta-feira depois de voltar a ser internado no sábado para tratar uma infecção, disse sua família.

O vencedor do prêmio Nobel da Paz, que está com 84 anos e sofre com um câncer de próstata há vinte anos, foi internado uma segunda vez por culpa de uma infecção após passar por uma cirurgia neste mês.

Tutu, que vem tendo problemas de saúde nos últimos anos, foi levado ao hospital no final do mês passado e submetido a uma operação para curar uma infecção recorrente resultante de tratamentos anteriores para seu câncer de próstata, informou um comunicado de sua família, sem dar detalhes.

Na terça-feira, os familiares de Tutu disseram em um briefing à imprensa que ele está reagindo bem a uma nova leva de antibióticos, e negaram relatos das redes sociais segundo os quais o clérigo morreu.

O ex-arcebispo anglicano da Cidade do Cabo usou o púlpito muitas vezes para criticar o governo de maioria branca da África do Sul encerrado em 1994, o que lhe rendeu aclamação internacional. Ele se retirou da vida pública em 2010, mas continuou se manifestando sobre temas políticos.

(Por Tiisetso Motsoeneng)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos