Uber sofre revés em tribunal finlandês

HELSINQUE (Reuters) - O tribunal de apelações da Finlândia ordenou nesta quarta-feira que dois motoristas do Uber abdicassem de seus ganhos em favor do Estado por não terem uma licença de táxi, marcando um golpe contra o serviço de transportes urbanos.

O Uber, que enfrentou proibições e protestos de operadores de táxi estabelecidos ao redor do mundo, é legalizado na Finlândia e deu a seus motoristas uma licença de táxi.

Mas a demora para obter a permissão levou alguns motoristas a trabalhar sem licença, gerando um debate na Finlândia sobre se o sistema deveria ser reformado.

O governo apresentou um projeto de lei na véspera para desregular o mercado de táxis até 2018, mas o plano inicial para permitir que motoristas ganhem até 10 mil euros por ano sem licença caiu devido à oposição do partido nacionalista Finns, parte da coalizão.

A decisão do tribunal de apelações, que confirma a decisão anterior do tribunal local, confisca ganhos no valor de 12.250 euros e 2.800 euros, respectivamente, dos dois motoristas.

O diretor do Uber na Finlândia, Joel Jarvinen, disse que a repressão da polícia em motoristas sem licenças era lamentável num momento em que o governo prepara mudanças na regulação de táxis, mas não quis comentar mais sobre os vereditos.

(Por Jussi Rosendahl e Tuomas Forsell)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos