Comissão de Ética da Presidência dá 6 meses de quarentena a ex-ministro da AGU de Temer

BRASÍLIA (Reuters) - A Comissão de Ética da Presidência da República concedeu seis meses de quarentena ao ex-ministro da Advocacia-Geral da União Fábio Medina Osório, demitido há três semanas.

Em nota nesta quarta-feira, a comissão informa que houve caracterização de conflito de interesses, daí a necessidade de Osório receber a quarentena. No cargo, o ex-ministro teria tido acesso a informações sigilosas que poderiam ser usadas se Osório passasse, por exemplo, a trabalhar na iniciativa privada.

Osório ficou menos de quatro meses no cargo, tendo sido empossado quando o presidente Michel Temer assumiu ainda como interino e perdendo o cargo menos de duas semanas depois do presidente ser efetivado. Em quarentena, Osório ficará por seis meses, recebendo salário de ministro.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos