França condena bombardeio de hospital em Aleppo e chama ataque de crime de guerra

PARIS (Reuters) - A França condenou o bombardeio neste sábado de um hospital em Aleppo, na Síria, dizendo que ataques a estruturas de serviços de saúde e suas equipes na sitiada cidade constituem crimes de guerra.

"Os responsáveis serão responsabilizados", afirmou o ministro de Relações Exteriores Jean-Marc Ayrault em um comunicado.

"A França está se mobilizando no Conselho de Segurança enquanto falamos para colocar um fim a essa tragédia inaceitável", adicionou ele.

(Por Michel Rose)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos