Bomba mata 20 pessoas em casamento curdo na Síria

AMÃ (Reuters) - A explosão de uma bomba deixou ao menos 20 pessoas mortas em um casamento curdo nesta segunda-feira na cidade de Hasaka, no nordeste da Síria, informaram um grupo de monitoramento e uma milícia curda.

O Observatório Sírio para Direitos Humanos disse que morreram 22 pessoas na explosão, acrescentando que muitos dos feridos estão em estado crítico.

O grupo curdo YPG, ou Unidades de Proteção Popular, afirmou em um comunicado que ao menos 20 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas, acrescentando que não ficou claro se o incidente foi causado por um dispositivo explosivo ou por um suicida.

Em um comunicado, a agência de notícias Amaq, próxima a militantes do Estado Islâmico, afirmou que um homem-bomba atacou um encontro de combatentes curdos do YPG com metralhadoras e um colete com explosivos. Não foram dados mais detalhes.

Alguns relatos não confirmados apontavam que uma mulher-bomba poderia estar por trás do ataque.

Hasaka está principalmente nas mãos da milícia YPG depois de expulsar o Exército sírio em agosto.

(Por Suleiman Al-Khalidi; com reportagem adicional de Ali

Abdelaty no Cairo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos