May diz que irá ativar processo formal de saída da UE até fim de março

Por Elizabeth Piper e Guy Faulconbridge

BIRMINGHAM, Inglaterra (Reuters) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, disse que irá ativar o processo formal para deixar a União Europeia até o final de março de 2017, dando a primeira informação sobre o cronograma de um divórcio que irá redefinir os laços do Reino Unido com seu maior parceiro comercial.

A decisão inesperada do Reino Unido de deixar a União Europeia, tomada em um referendo em junho, fez com que May assumisse o poder, e a ex-ministra do Interior vem sofrendo pressão para dar mais detalhes sobre o plano de saída do bloco.

Em uma ação para minimizar temores entre os seus aliados conservadores de que poderia atrasar a saída, May disse no domingo durante conferência anual do partido em Birmingham, na região central da Inglaterra, que está determinada a seguir com o processo e conquistar o "acordo certo".

Usar o Artigo 50 do Tratado de Lisboa da União Europeia dará ao Reino Unido um período de dois anos para fechar os acordos mais complexos na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

"Iremos invocar o Artigo 50 no mais tardar no final de março do próximo ano", disse May durante conferência, sob as palmas de centenas de membros do Partido Conservador.

"O Parlamento colocou a decisão para deixar ou permanecer dentro da UE nas mãos do povo. E o povo respondeu com clareza enfática".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos