Polícia da Grécia usa gás lacrimogêneo contra pensionistas durante protesto em Atenas

ATENAS (Reuters) - A polícia da Grécia usou gás lacrimogêneo nesta segunda-feira para controlar uma manifestação de pensionistas que protestavam contra cortes em seus benefícios determinados como parte de um plano de austeridade ditado por credores internacionais.

Cerca de 1.500 pensionistas tentaram marchar até o escritório do primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras. Policiais da tropa de choque bloquearam seu caminho.

As tensões irromperam quando dezenas de pensionistas tentaram empurrar um ônibus da polícia que interrompia sua passagem a alguns metros do escritório de Tsipras.

O governo de esquerda deve apresentar seu orçamento para 2017 ao Parlamento na noite desta segunda-feira.

Nos últimos sete anos a Grécia sofreu o impacto de rodadas incessantes de medidas de austeridade, determinadas por credores como solução para anos de má administração financeira que culminaram em três pacotes de resgate internacionais.

Os pensionistas foram particularmente prejudicados, já que muitos benefícios foram reduzidos à medida que os impostos subiam.

"Será possível que eu tenha que pagar o mesmo IPTU que um empresário rico?", questionou Nikos Saslov, servidor público que deve se aposentar no ano que vem.

"Se eles (o governo) são esquerdistas, eu sou Sophia Loren", disse o homem grisalho de óculos e sandálias em referência à atriz italiana.

(Por Renee Maltezou; reportagem adicional de Alkis Konstantinidis)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos