Eneva conclui aumento de capital e incorpora Parnaíba Gás Natural como subsidiária

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A brasileira Eneva concluiu aumento de capital de 1,16 bilhão de reais, incorporando a Parnaíba Gás Natural (PGN), maior operadora privada de gás natural do Brasil, como sua subsidiária integral, informou a companhia em um comunicado ao mercado, posicionando-se como uma empresa integrada de energia.

"O acordo consistiu na contribuição acionária da participação que Cambuhy e OGX possuíam na PGN, em favor da Eneva", afirmou a companhia no comunicado, publicado na noite de segunda-feira.

Como contrapartida, tanto a Cambuhy quanto a OGX se tornaram acionistas da Eneva. O acordo havia sido fechado em março.

A Eneva foi pioneira no Brasil com o modelo conhecido como "reservoir-to-wire", com a instalação de usinas térmicas próximas a campos de gás, como forma de monetizar o insumo, que para ser transportado demanda complexas estruturas.

Em nota, o diretor-presidente da Eneva, José Aurélio Drummond, destacou que a empresa quer ser conhecida como uma empresa integrada de energia, atuando em óleo e gás e geração elétrica.

Com a operação, nenhum acionista individual ou grupo de acionistas concentra mais de 50 por cento das ações da Eneva, não havendo acionista controlador definido, segundo a empresa.

O maior acionista da Eneva é o BTG Pactual, com 33,73 por cento de participação, que tem como sócios o fundo de investimentos em participações Cambuhy (25,73 por cento), a gigante elétrica alemã E.ON (8,28 por cento), o Itaú Unibanco (7,88 por cento), a petroleira OGX (6,22 por cento) e outros (18,16 por cento).

A Eneva tem 2,2 gigawatts de capacidade instalada, ou 11 por cento da capacidade térmica instalada do Brasil e, com a operação, passa a ser a maior operadora privada de gás natural do país, com capacidade de produção de gás de 8,4 milhões de metros cúbicos por dia, na Bacia do Parnaíba, Maranhão.

(Por Marta Nogueira)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos