Kerry diz que esforços de paz na Síria devem continuar apesar de desavenças entre EUA e Rússia

BRUXELAS (Reuters) - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, criticou a Rússia nesta terça-feira pela "decisão irresponsável e profundamente imprudente" de apoiar o presidente da Síria, Bashar al-Assad, e disse que os esforços para acabar com a guerra síria devem continuar, apesar da decisão dos EUA de suspenderem as conversações com Moscou.

"Quero deixar claro que não estamos desistindo do povo sírio e que não estamos abandonando a busca pela paz", disse Kerry em um discurso feito em Bruxelas. "Continuaremos buscando uma cessação das hostilidades significativa, sustentável, aplicável em todo o país, e isso inclui manter aeronaves de combate sírias e russas no solo em áreas designadas".

Na segunda-feira, os EUA suspenderam as conversas que vinha tendo com a Rússia sobre a implementação de um acordo de cessar-fogo na Síria, acusando Moscou de não cumprir a parte que lhe cabe do acordo detendo os combates e fazendo com que a assistência humanitária chegue a comunidades sitiadas.

Kerry disse que os EUA irão trabalhar para criar as condições para a retomada das conversas de paz e acrescentou que Rússia e Síria "sabem exatamente o que precisam fazer".

Ele sustentou que a Rússia fez "vista grossa" para o uso "deplorável" que Assad fez de gás cloro e bombas-barril e insinuou que estão optando por uma política de terra arrasada ao invés da diplomacia.

"Onde criam um deserto, chamam isso de paz", afirmou, citando o historiador romano Tácito. Kerry disse que, se a Rússia fosse séria a respeito da paz, teria que se comportar de forma diferente daquela que demonstra atualmente na Síria.

(Por David Brunnstrom e Robin Emmott)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos