Alemanha deve elevar o gasto público, mas não vai resolver o problema de crescimento da Europa, afirma FMI

WASHINGTON (Reuters) - A Alemanha tem dinheiro no orçamento para aumentar o gasto público em infraestrutura e deveria fazer isso, embora essa medida não vá resolver sozinha o problema de crescimento lento da Europa, afirmou o chefe do departamento europeu do Fundo Monetário Internacional (FMI), Poul Thomsen, nesta sexta-feira.

"Nós pensamos que a Alemanha tem um espaço fiscal e deveria usá-lo, mas...o problema de baixo crescimento da zona do euro é principalmente estrutural e requer reformas estruturais em alguns dos países", afirmou Thomsen em entrevista coletiva.

"Não devemos acreditar que apenas a Alemanha fazendo mais vai resolver o problema de crescimento da Europa", disse.

A Alemanha é a maior economia da Europa e registrou um superávit orçamentário de 0,7 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) no ano passado. Neste ano e no próximo, a expectativa é que a economia alemã registre um novo superávit, embora menor.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos