G20 debate riscos globais e impacto da política monetária ultrafrouxa, diz autoridade do Japão

WASHINGTON (Reuters) - Os ministros das Finanças das economias mais importantes do mundo discutiram os riscos econômicos globais e o impacto potencial que as políticas monetárias ultrafrouxas têm sobre os lucros dos bancos, disse o vice-ministro das Finanças para assuntos internacionais, Masatsugu Asakawa.

O encontro do G20 em Washington não discutiu os movimentos das moedas, o impacto da decisão britânica para deixar a União Europeia ou o estado financeiro do Deutsche Bank, disse ele.

"O impacto do Brexit (na economia global) tem que ser visto de uma perspectiva de médio a longo prazo", disse a jornalistas.

O fraco comércio global e a necessidade de medidas mais ousadas para aumentar o investimento foram destaque no jantar do G20 de quinta-feira, em que alguns líderes financeiros expressaram preocupação de que o crescente sentimento protecionista pode estar prejudicando o comércio, disse Asakawa.

"O entendimento geral é de que a economia global continua a crescer moderadamente, mas há vários riscos, incluindo os políticos", disse ele.

Os líderes financeiros do G20 discutiram os prós e os contras das políticas monetárias ultrafrouxas adotadas pelas economias avançadas, com alguns apontando os danos que os custos muito baixos de empréstimos poderiam provocar nos lucros dos bancos, disse Asakawa.

(Por Leika Kihara)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos