Trump se desculpa em tom desafiador após revelação de comentários maliciosos sobre mulheres

Por Emily Stephenson e Steve Holland

NOVA YORK/WASHINGTON (Reuters) - O candidato presidencial republicano Donald Trump se empenhou em evitar que sua campanha descarrilasse no início deste sábado preparando às pressas um comunicado em vídeo para expressar arrependimento por ter feito comentários maliciosos sobre mulheres.

Trump se declarou um homem mudado, mas abordou as infidelidades do ex-presidente norte-americano Bill Clinton e alertou sua adversária democrata para a eleição de 8 de novembro, Hillary Clinton, dizendo que irá falar mais do passado do casal nos próximos dias.

A divulgação de um vídeo de 2005 que mostra Trump diante de um microfone ligado flagrou o então apresentador de reality show falando abertamente sobre apalpar mulheres e tentar seduzir uma mulher casada.

Os democratas vêm tentando ressaltar tal comportamento para impedir que as eleitoras o apoiem a menos de um mês da eleição.

A filmagem veio a público na véspera do segundo debate presidencial no domingo à noite, que vinha sendo encarado como essencial para Trump tentar se recuperar de uma queda em algumas pesquisas de opinião na esteira de um desempenho vacilante no primeiro debate.

"Isto não é nada mais do que uma distração dos temas importantes que estamos enfrentando hoje", disse ele antes de se voltar para as infidelidades de Bill Clinton.

"Iremos discutir isso mais nos próximos dias. Vejo vocês no debate no domingo", disse Trump no comunicado.

Os desdobramentos da notícia-bomba abalaram a campanha do magnata até o âmago, e alguns parlamentares republicanos o desaprovaram.

O presidente da Câmara dos Deputados, Paul Ryan, retirou um convite para Trump visitar o Wisconsin neste sábado, e o empresário de Nova York recebeu ligações pedindo que deixe seu vice de chapa, Mike Pence, assumir a candidatura do partido.

"Qualquer um que me conheça sabe que estas palavras não refletem quem sou. Eu as disse, eu estava errado, e peço desculpas", afirmou Trump em seu comunicado em vídeo, publicado em sua página de Facebook.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos