Ex-presidente do Iêmen pede retaliação à Arábia Saudita após ataque aéreo

DUBAI (Reuters) - O poderoso ex-presidente do Iêmen Ali Abdullah Saleh, um aliado-chave do movimento Houthi dominante no país, pediu uma escalada de ataques contra o inimigo comum Arábia Saudita neste domingo.

Saleh, um político que mantém influência sobre militares do Iêmen, falou um dia depois de um ataque aéreo aparentemente liderado pela Arábia Saudita, na capital Sanaa, que matou ao menos 140 pessoas, de acordo com as autoridades de saúde locais citadas pelas Nações Unidas.

Fontes da coalizão liderada pela Arábia Saudita negaram qualquer papel no ataque.

"Apelo a todos os filhos desta nação ... para enfrentarem esta agressão com toda a sua força e vocês devem prosseguir para frentes de batalha", disse Saleh em um discurso televisionado.

"O Ministério da Defesa, o ministro da Casa Civil e do Ministério do Interior devem colocar em andamento as medidas necessárias para se aprontar para o combate nos fronts da fronteira (saudita)".

(Reportagem de Noah Browning)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos