Câmara aprova MP que facilita privatizações e muda regras no setor elétrico

BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira a medida provisória 735, que facilita privatizações e altera regras do setor elétrico, abrindo portas para que o governo possa viabilizar a venda de distribuidoras de energia da estatal federal Eletrobras.

Os deputados, no entanto, vetaram emenda aprovada em comissão mista de parlamentares na semana passada, que previa redução de subsídios destinados a usinas eólicas e à biomassa.

Segundo documento da União da Indústria de Cana-de-Açúcar visto pela Reuters, houve intensa movimentação de entidades que representam investidores dessas fontes de energia para que a redução dos incentivos não ficasse no texto da MP que agora irá para apreciação do Senado.

As associações Abeeólica e Cogen, que defendem as eólicas e a biomassa, também atuaram junto a deputados para manter os incentivos na íntegra, segundo o documento da Única, que diz que as entidades acreditam que o assunto deverá voltar a ser tratado junto ao governo, que tem defendido abertamente o corte de subsídios presentes na conta de luz.

(Por Maria Carolina Marcello; Reportagem adicional de Luciano Costa, em São Paulo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos