Hezbollah vê mais conflito na Síria e crescente tensão regional

BEIRUTE (Reuters) - Sayyed Hassan Nasrallah, líder do movimento Hezbollah no Líbano, disse nesta terça-feira que o Oriente Médio está numa fase de tensão crescente e que não parece haver perspectiva de uma solução política para a guerra na Síria.

"A cena regional é atualmente de tensão e recrudescimento, e não parece haver caminhos para negociações ou soluções”, afirmou ele num raro discurso mostrado pela TV diante de milhares de simpatizantes em Beirute.

Falando sobre a Síria, onde o grupo apoiado pelo Irã luta junto com o presidente sírio, Bashar al-Assad, Nasrallah afirmou que “o teatro estava aberto para mais tensão, recrudescimento e confronto”.

No entanto, durante grande parte do seu discurso de mais de uma hora, que marcava uma comemoração anual xiita, ele atacou a sunita Arábia Saudita, o principal rival regional do Irã, principalmente por conta da sua campanha militar contra o Iêmen.

Nasrallah afirmou que a liderança saudita estava levando o país para “o abismo” e acusou Riad de ser o responsável por um ataque aéreo contra um funeral no Iêmen no sábado que matou várias pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos