Rússia retoma bombardeios pesados no leste de Aleppo

BEIRUTE (Reuters) - Caças da Rússia retomaram os bombardeios pesados no leste de Aleppo, cidade síria dominada pelos rebeldes, nesta terça-feira, depois de vários dias de calma relativa, disseram uma autoridade rebelde e o grupo de monitoramento Observatório Sírio para os Direitos Humanos, sediado no Reino Unido.

Os ataques aéreos atingiram principalmente o bairro de Bustan al-Qasr, disse à Reuters Zakaria Malhifji, do grupo insurgente Fastaqim, baseado em Aleppo.

"O bombardeio foi retomado, e está pesado", disse.

O Observatório disse que ao menos oito pessoas foram mortas nos bairros de Bustan al-Qasr e Fardous.

Moscou e Damasco reduziram a ofensiva aérea na cidade do norte da Síria na semana passada. O Exército sírio disse que isso foi feito em parte para permitir que os civis saiam dos bairros do leste controlados pela oposição.

O governo sírio disse que os rebeldes entrincheirados em Aleppo podem partir com suas famílias se depuserem as armas.

Os insurgentes repudiaram a oferta, que veem como uma armadilha.

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, quer finalizar a reconquista total de Aleppo, maior cidade do país antes da guerra de cinco anos e meio e cujo controle está dividido entre governo e oposição há anos.

(Por John Davison e Suleiman al-Khalidi em Amã)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos