Ataques aéreos atingem Aleppo e deixam 25 mortos, diz serviço de resgate

BEIRUTE (Reuters) - Ataques aéreos pesados ​​sobre áreas controladas pelos rebeldes na cidade síria Aleppo mataram 25 pessoas nesta quarta-feira, afirmou um serviço de resgate, enquanto o governo sírio e a Rússia prosseguiram a sua ofensiva conjunta para dominar toda a cidade.

Oficiais militares sírios e russos não puderam ser imediatamente contatados para comentar sobre os últimos ataques aéreos.

A Civil Defence, um serviço de resgate que opera em áreas controladas pelos rebeldes, afirmou em seu Twitter que os ataques aéreos haviam matado 25 pessoas, 15 delas em um mercado no distrito de Fardous.

O presidente Bashar al-Assad, com apoio militar da Rússia e de milícias apoiadas pelo Irã, tem o objetivo de conseguir de volta toda a cidade de Aleppo, que foi a maior cidade da Síria antes da eclosão da guerra, em 2011.

(Por Tom Perry)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos