Boko Haram liberta 21 meninas sequestradas na cidade nigeriana de Chibok

Por Alexis Akwagyiram e Felix Onuah

ABUJA (Reuters) - O grupo jihadista Boko Haram libertou 21 das mais de 200 meninas sequestradas em abril de 2014 na cidade nigeriana de Chibok, informou o governo nesta quinta-feira.

A libertação ocorre após a Cruz Vermelha Internacional e o governo suíço mediarem um acordo com o grupo, e negociações irão continuar até todas meninas serem libertadas, informou a Presidência da Nigéria em comunicado.

Cerca de 270 meninas foram levadas de uma escola em Chibok, no Estado de Borno, nordeste do país, onde o Boko Haram realiza uma insurgência para implementar um Estado islâmico, matando milhares e deslocando mais de 2 milhões de pessoas.

"Este é o primeiro passo no que acreditamos ser a libertação de todas as meninas", disse o ministro da Informação, Lai Mohammed, a repórteres.

Ele negou relatos de que o governo teria trocado as jovens por militantes do grupo e disse não ter ciência se alguma quantia foi paga pelo resgate. Ele disse que a operação do exército nigeriano contra o Boko Haram irá continuar.

O governo suíço "facilitou contatos entre representantes do governo nigeriano e intermediários do Boko Haram" após pedido de Abuja, disse uma porta-voz em comunicado.

"Não temos nada para acrescentar", disse, quando perguntada se houve troca de prisioneiros.

(Edição de Alexandre Caverni)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos