Juiz autoriza continuação de caso contra governador de Nova Jersey por escândalo "Bridgegate"

Por Joseph Ax

(Reuters) - Um juiz de Nova Jersey permitiu nesta quinta-feira que uma queixa criminal de cidadãos contra o governador Chris Christie pelo escândalo "Bridgegate" siga em frente, encaminhando-a para consideração de procuradores do Estado.

Uma autoridade do tribunal confirmou que Roy McGeady, juiz principal dos tribunais municipais no Condado de Bergen, encontrou uma causa plausível para uma queixa feita no mês passado por Bill Brennan, conhecido ativista que acusa Christie de má conduta oficial.

O caso será levado ao escritório do procurador do Condado de Bergen, que irá decidir se existem evidências suficientes para acusações criminais.

A queixa foi feita no tribunal municipal em Fort Lee, Nova Jersey, onde aliados de Christie são acusados de criar deliberadamente um grande engarrafamento ao fechar pistas para a ponte George Washington para punir o prefeito da cidade.

Os dois associados, a ex-vice-chefe de gabinete de Christie Bridget Kelly, e ex-dirigente da Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey Bill Baroni, estão sendo julgados em tribunal federal por suposta participação no escândalo.

(Por Joseph Ax)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos