Promotor alemão diz não saber se sírio suspeito de plano de ataque tinha cúmplices

BERLIM (Reuters) - Autoridades da Alemanha ainda estão investigando se o sírio suspeito de um plano de ataque com bomba que cometeu suicídio na prisão na quarta-feira tinha cúmplices, disse o principal promotor público do Estado da Saxônia nesta quinta-feira.

"Ainda não sabemos se havia pessoas no comando", disse Klaus Fleischmann, em uma coletiva de imprensa.

    A mídia alemã havia noticiado antes, citando fontes da investigação, que o suspeito Jaber Albakr, de 22 anos, disse aos investigadores pouco antes de se matar que os três sírios que o entregaram à polícia eram cúmplices.

    (Por Michael Nienaber)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos