Alemanha e Ucrânia concordam em ter mais conversas antes de cúpula com Rússia e França

BERLIM (Reuters) - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, concordaram que é preciso ter mais conversas antes que se possa realizar uma cúpula no "formato Normandia" a respeito da Ucrânia, disse o governo alemão.

Na quinta-feira o Kremlin disse que os líderes de França, Alemanha, Rússia e Ucrânia poderiam se reunir no dia 19 de outubro se conferências preliminares de especialistas derem resultados.

Merkel e Poroshenko conversaram por telefone também na quinta-feira e concordaram que tudo deve ser feito para estabilizar o cessar-fogo acertado 18 meses atrás em Minsk e para implementar outras medidas delineadas no acordo, segundo o governo de Berlim. Rússia e Ucrânia acusam uma à outra de violar a trégua.

"Também se discutiu que precondições são necessárias para possibilitar uma reunião de líderes e chefes de governo no assim chamado formato Normandia", disse um comunicado. "Eles concordaram que é preciso haver discussões adicionais antes de qualquer reunião deste tipo".

Em um artigo de opinião publicado no jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung nesta sexta-feira, Poroshenko disse que a Rússia está fortalecendo sua presença militar no leste ucraniano, e exortou a União Europeia a manter suas sanções contra Moscou.

(Por Andrea Shalal)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos