Ataque mata 12 membros das forças de segurança do Egito no Sinai, dizem fontes

CAIRO (Reuters) - Atiradores suspeitos de pertencerem ao Estado Islâmico mataram 12 membros das forças de segurança do Egito na província do Norte Sinai e feriram mais oito pessoas nesta sexta-feira em um ataque contra um ponto de controle, disseram fontes médicas e da segurança.

O ataque ocorreu a 40 quilômetros da cidade de Bir al-Abd, no primeiro grande ataque na área central do Sinai, que havia até o momento escapado da campanha de ataques islâmicos. O incidente foi realizado com rifles de assalto e algumas armas mais pesadas, segundo as fontes. Os feridos foram levados para hospital em el-Arish.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos