Ban Ki-moon chega ao Haiti após saque perto de base da ONU

Por Makini Brice

LES CAYES (Reuters) - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, chegou neste sábado em Les Cayes, no Haiti, pouco após caminhões da ONU serem saqueados perto da região onde seu avião pousou.

A situação na região é de desespero de familiares em busca de ajuda depois da passagem do furacão Matthew.

    O furacão de categoria 4 atingiu o Haiti no dia 4 de outubro, matando cerca de 1.000 pessoas e deixando mais de 1,4 milhão de habitantes necessitando ajuda humanitária. Os desabrigados chegam a 175 mil. Linhas de transporte, comunicação e eletricidade foram cortadas.

    As tensões estão fortes no sudoeste do Haiti porque a ajuda ainda não chegou a muitas famílias cujas plantações e estoques de água foram destruídos, o que aumenta o risco de cólera e desnutrição.

    Um coordenador do braço americano da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que a base da ONU foi fechada após o saque de dois contêineres do Programa Mundial de Alimentos do lado de fora do local, neste sábado.

    A visita de Ban Ki-moon é uma chance para que o sul-coreano deixe um legado ao fim de seu último mandato no cargo de secretário-geral, neste ano. Sua administração foi manchada por acusações de estupro na República Centro Africana e uma epidemia de cólera no Haiti, ambas por parte de tropas da ONU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos