Presidente francês diz que não vai aliviar pressão sobre a Rússia no caso da Síria

PARIS (Reuters) - O presidente francês, François Hollande, afirmou que não pretende aliviar a pressão sobre a Rússia devido ao apoio ao governo da Síria na batalha contra rebeldes, mas se disse pronto para se reunir com o presidente russo, Vladimir Putin, para discutir a guerra, informou neste domingo um jornal francês regional.

Putin cancelou visita que faria no dia 19 de outubro a Paris depois que Hollande afirmou que o receberia apenas para falar sobre a Síria.

"Vladimir Putin não quer discutir seriamente a Síria. Eu estou pronto a qualquer momento, mas eu não vou aliviar a pressão", disse Hollande em entrevista publicada neste domingo.

O presidente francês acrescentou que as prioridades absolutas são o fim dos bombardeios, um cessar-fogo, ajuda humanitária e abertura de negociação.

(Reportagem de Bate Felix)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos