Suposto homem-bomba mata três policiais no sul da Turquia, dizem fontes

Por Nick Tattersall

DIYARBAKIR, Turquia (Reuters) - Um suposto homem-bomba matou três policiais e feriu pelo menos oito pessoas neste domingo na cidade turca de Gaziantep, durante uma batida policial em um possível esconderijo do Estado Islâmico, informaram fontes de segurança e médicos.

De acordo com as fontes de segurança, a polícia perseguiu um veículo que acreditava levar explosivos à casa, que supostamente abrigava cidadãos sírios. Gaziantep fica a cerca de 40 km da fronteira com a Síria.

Entre os feridos, quatro eram sírios e outros eram agentes da polícia, disseram fontes hospitalares.

Em agosto, a Turquia deu início a uma incursão na Síria como apoio aos rebeldes sírios na tentativa de afastar o Estado Islâmico de sua fronteira. Neste domingo, os rebeldes divulgaram a retomada da aldeia de Dabiq do o grupo jihadista, local em que o grupo prometeu lutar uma batalha apocalíptica com o Ocidente.

Em agosto, um homem-bomba suspeito de conexão com o Estado Islâmico matou mais de 50 pessoas, a maioria crianças, em um casamento curdo em Gaziantep. Foi o último de uma série de ataques dos radicais islâmicos na Turquia.

(Reportagem adicional de Yesim Dikmen em Istambul)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos