Rússia diz que vai suspender ataques a Aleppo por oito horas na quinta-feira

MOSCOU (Reuters) - As forças da Rússia e da Síria vão dar uma pausa de oito horas nos ataques à cidade síria de Aleppo na quinta-feira para permitir que civis e rebeldes deixem a cidade, afirmou o Ministério da Defesa russo nesta segunda-feira.

Contudo, Moscou descartou um cessar-fogo mais longo, algo que governos ocidentais têm exigido, dizendo que isso somente serviria para dar a rebeldes islâmicos na cidade uma chance de se reagrupar.

A Organização das Nações Unidas, que tem pedido pausas humanitárias semanais de 48 horas nos combates, celebrou o anúncio russo.

“Qualquer diminuição da violência, diminuição dos combates, qualquer pausa que seja de fato implementada, seria bastante bem-vinda”, disse Stephane Dujarrik, porta-voz das Nações Unidas.

"Vamos usar qualquer pausa que tivermos para fazer o que pudermos. Obviamente há uma necessidade de uma pausa mais longa para entrarmos com os caminhões de ajuda”, disse.

Aviões russos e forças leais ao presidente sírio, Bashar al-Assad, têm bombardeado os distritos de Aleppo controlados pelos rebeldes desde que um cessar-fogo ruiu no mês passado.

Para o Departamento de Estado norte-americano, a pausa russa "é muito pouco e muito tarde".

(Reportagem de Vladimir Soldatkin e Dmitry Solovyov)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos